Colégio Fruto da Terra é assunto em visita da Coordenadora Regional de Educação

A Coordenadora Regional da Secretaria de Educação de Jataí - GO, Vilma Feitosa, esteve em Chapadão do Céu, nesta terça feira (28), participou de reuniões na Câmara Municipal de Vereadores, Prefeitura e Colégio Fruto da Terra, tratando com autoridades e pais de alunos, assuntos referentes ao sistema de ensino daquela unidade escolar.

 

Visando regularizar as escolas estaduais de Goiás, o Ministério Público determinou que o Colégio estadual Fruto da Terra, não pode continuar com o modelo de ensino integral com aulas de segunda à quinta. Segundo a SEDUC( Secretária Estadual de Educação) a forma do calendário letivo atual é irregular, pois a Lei prevê que as aulas na rede de ensino estadual sejam ministradas de segunda à sexta.

 

 O referido calendário adotado pelo Município, com aulas em período integral em 4 dias semanais, visa um melhor aproveitamento do transporte escolar, além de oferecer mais comodidade aos alunos que se deslocam das fazendas.  

 

Segundo determinação da Secretaria Estadual de Educação, o calendário letivo deve seguir o padrão de 25 aulas semanais em 200 dias letivos, com funcionamento nos períodos da manhã, tarde e noite. No sistema atual o número de aulas é cumprido e os alunos participam da quantidade de aulas determinada em Lei, porém em um número aproximado de 120 dias letivos.

 

A frota de transporte escolar no município conta 9 linhas que atendem os alunos na zona rural, trazendo essas crianças de segunda a quinta-feira. Para atender a determinação do Estado, as aulas de sexta-feira, ficariam inviabilizadas por conta da falta de transporte dos alunos.

 

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, o valor repassado anualmente pelo estado, não é suficiente nem mesmo para as despesas de combustível do transporte escolar, sem contar a questão de refeições e lanches que são oferecidos aos alunos. 

 

Na reunião ficou definido que o Conselho Municipal de Educação, Vereadores e Prefeito irão buscar junto ao Conselho Estadual de Educação, uma normativa que autorize o modelo usado até então, ressaltando as particularidades de Chapadão do Céu e as vantagens do referido calendário.

 

Neste ano de 2020, a previsão é que o Colégio Fruto da Terra receba mais 50 alunos da zona rural, para todas as séries do ensino médio.

 

A Coordenadora da Secretaria Estadual de Educação, Vilma Feitosa, destacou que os pais podem ficar tranquilos, pois serão adotadas medidas para que esse impasse seja solucionado em breve, afim de evitar qualquer prejuízo ao aprendizado dos alunos.

 

Para os alunos da cidade do Cólegio as aulas começam nesta quinta feira dia 30 de janeiro, e para os alunos da zona rural, no dia 05 de fevereiro.